Torres sempre foi o principal polo do surf gaúcho, seja na produção de atletas de alto nível, ou na variedade de picos e regularidade de suas ondas. Não por acaso, Rodrigo “Pedra” Dornelles e Daison Pereira cresceram para o mundo surfando as ondas dos Molhes e arredores.

Como o surf competição torrense e gaúcho anda em baixa, se comparado a um passado não muito distante, movimentos independentes em prol do surf estão ganhando força, o que é muito importante no desenvolvimento do esporte local, e representa uma importante fagulha de esperança, para que um dia tenhamos outro atleta do estado disputando espaço entre os melhores do planeta.

Tiago Braga foi Competidor e Organizador ao mesmo tempo. Foto: TPC

Em uma ação bastante louvável, realizada pelo talentoso surfista Tiago Braga e o cinegrafista Rodolfo Martins, aconteceu o 3º Surf Treino organizado pela dupla.

Desta vez, o palco foi novamente a Praia dos Molhes – o primeiro foi na Cal e o segundo nos Molhes, e contou com uma categoria única, a Pro/Am, e uma premiação irada de R$1.500,00 para o campeão, uma prancha pro segundo, outra prancha pro terceiro e um recheado Kit para o quarto.

Sim, foi “apenas um surf treino”! E que treino, diga-se de passagem!

As condições climáticas não foram as ideais para o público e pouco convidativas para os atletas e equipe técnica. Um pouco de chuva, tempo nebuloso e mar de ressaca, o que não impediu que o show de surf acontecesse, até porque, mesmo difícil, tinham altas ondas.

Após muitas baterias que testaram o limite físico e psicológico dos atletas e comissão técnica, o local casca-grossa do Passo de Torres, Ricardo Kjellim, levou a melhor sobre o legend mais guri da atualidade, Rodrigo “Pedra” Dornelles, o vice.

Já o irmão caçula dos Dornelles e atual Campeão Gaúcho Profissional, Stéfano Dornelles, foi o terceiro, e Gustavo Borges, que foi o autor da maior nota do evento, um 9.5, fechou a final na quarta colocação.

Gostaríamos de parabenizar e registrar nossa profunda admiração aos envolvidos, neste que foi um dos surf treinos mais “cascudos” dos últimos tempos, tendo em vista a dificuldade do mar, que apresentava séries de até 2mts e uma arrebentação bem longe da costa, o nível dos atletas e a generosa premiação!

Como ouvimos nos bastidores – “O Surf Gaúcho Respira!”.

Fotos: Alexandre Menezes e Luciano Sombrio (www.torricaphotosurf.com)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *